Quatro razões para médicos usarem mídia social

Quantos de nós, navegando pelos Timelines das nossas mídias sociais já não viram comentários de pessoas, próximas ou não, sobre um problema de saúde que elas estão passando? É comum inclusive ver pessoas relatando a sua jornada em tratamentos de doenças graves como um mecanismo de ajuda para outras pessoas já que elas se viram desamparadas de informação ao se deparar com a doença.

Bem, poucas são as pessoas que não utilizam mídias sociais como Facebook, Twitter, entre outros nos dias de hoje. O Facebook, inclusive, é uma das aplicações de Smartphones que mais “prende” as pessoas a estes dispositivos, em função de sua ampla utilização. Este é um fenômeno global, que afeta inclusive à população Brasileira também.

Dado este movimento, diversas empresas passaram a fazer investimentos consistentes nestes canais, de maneira alcançar alguns objetivos como: apresentar sua marca, seus produtos, promoções, dar algum tipo de atendimento, etc. Com profissionais liberais esse mecanismo não é diferente, arquitetos, advogados e profissionais de saúde como médicos, dentistas, nutricionistas, etc, estão passando a fazer amplo uso de mídias sociais.

Em 2014 a revista Breast Diseases publicou um artigo chamado Four Reasons Doctors Should Use Social Media, ou Quatro Razões para Médicos Usarem Mídia Social. Este artigo pode ser acessado aqui: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1043321X14002495. Abaixo faço um pequeno resumo comentado destas quatro razões descritas no artigo:

Ajuda a cumprir com os objetivos clínicos: diversos estudos mostram que a credibilidade do médico perante aos seus pacientes aumenta com a publicação de informações relativas ao conhecimento do médico em sua especialidade. Como consequência disso, não só os pacientes se sentem mais seguros a seguir o tratamento como também faz com que estes “indiquem” seus médicos por curtidas ou compartilhamentos comentados de suas publicações.

Lhe ajuda a ficar conectado com a sua profissão: Mídias sociais podem ajudar médicos a ficarem informados sobre os avanços de sua especialidade. Diversos médicos utilizam por exemplo o Twitter para verificar diariamente o que está acontecendo, ou que acontecerá, no que tange a eventos em sua especialidade. Por exemplo, A American Society of Clinical Oncology utiliza amplamente o Twitter para informar sobre o seu evento anual.

Protege sua reputação Online: Muitos pacientes buscam informações sobre o médico na Internet, na sua primeira consulta (eu mesmo faço isso). Você já fez uma consulta no Google com o seu nome para ver o que mostra? Vale a pena fazer e trabalhar para que existam informações relevantes sobre as suas competências e, principalmente, referências que comprovem seus conhecimentos, experiência e eficácia do seu trabalho.

Melhora a comunicação com o seu paciente: Parece ser consenso entre muitos médicos que as Mídias Sociais podem ajudar bastante na correção de informações médicas incorretas obtidas Online. Uma maneira que vem sendo encontrada por médicos para apresentar informação médica precisa é através de chats pelo Twitter. Estes chats são uma espécie de conversas focadas em um tópico específico. Adicionalmente, alguns médicos começaram a usar estas ferramentas para endereçar preocupações e necessidades de seus pacientes, ampliando seu conhecimento sobre seu paciente o que melhora ainda mais as conversas nas consultas.

Interessante, não é? Você já pensou em fazer algo a respeito disso, de usar médicas sociais para estes quatro motivos? Muitos médicos já os fazem como bastante êxito. Um primeiro passo é a escolha de uma plataforma de tecnologia que lhe ajude com isso e que conte com profissionais que podem lhe ajudar a estruturar este trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *